MP do Paraguai pede prisão de policiais que ficaram com dinheiro de assalto na fronteira com MS

Por determinação do Ministério Público do Paraguai, nesta segunda-feira (20), cinco policiais estão com prisão preventiva decretada. Eles são acusados de ficar com 300 milhões de guaranis, recuperados após a prisão de alguns assaltantes em Salto Del Guairá, na fronteira com Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul.Os investigados pelas autoridades paraguaias atuam na Delegacia de Salto del Guairá, departamento de Canindeyú, e teriam efetuado a prisão dos envolvidos no assalto a uma empresa de transporte de valores.O crime teria acontecido no dia 1º de março. Nesta mesma data, os cinco policiais envolvidos na captura dos ladrões teriam apresentado somente 117 milhões de guaranis e ficado com a maior parte do total de 425 milhões.

EldoNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *